Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]



07.01.17

No Escurinho do Cinema

man.jpg

Ontem foi dia de cinema com as amigas, pipocas e palhaçada de miúdas crescidas, se o filme não nos arrebatasse por completo provavelmente teriamos sido expulsas da sala.  Girls will be Girls também faz sentido :)

Assim que Manchester by the Sea entrou no ecrã, assaltou-nos o coração, levou-nos todos os sentimentos. Congelou-nos por completo.

Uma viagem profunda ao quadro mais doloroso que o ser humano pode viver. E tudo piora se ainda lhe juntarmos o sentimento de culpa. A culpa, um inimigo que não dá tréguas, que se entranha no ser, a culpa pode até ficar adormecida num quarto escuro mas é eterna. Um dos sentimentos mais dificeis de lidarmos, creio eu.

 

Este argumento deu-me náuseas, nó na garganta e um buraco no peito, ainda se soltam lágrimas enquanto escrevo este post..., mas amei, é tão intenso, arranca-nos da nossa realidade. Mostra-nos outras faces da Vida.

 

Um filme maravilhoso que passou de imediato a ser um dos meus preferidos.

Interpretação brutal dos actores. Créditos, muitos créditos para a banda sonora maravilhosa, de cortar a respiração.

Such a Masterpiece!!

Certamente um Vencedor dos Globos de Ouro.

 

Lesley Barber, Manchester by the Sea Chorale (Manchester by the Sea OST)

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Arquivo