Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


14.12.18

Papos de Anjo - Doçaria Conventual na Bimby

papos de anjo a.jpg

papos de anjo b.jpg

papos de anjo c.jpg

papos de anjo d.jpg

papos de anjo e.jpg

papos de anjo f.jpg

papos de anjo g.jpg

A Doçaria Conventual é uma menina dos meus olhos. Tem apenas um senão, que é ser um pouco dificil de fazer em casa devido aos pontos de açucar, devido a termos de estar constantemente a mexer nos tachos para que não pegue, para que não talhe, para que fique sem grumos...etc, etc,....Quem se aventura a fazê-la sabe bem o quão trabalhosa é!  Mas um dia destes andava eu aqui pela net e descobri uma quantidade enorme de receitas conventuais adaptadas para a Bimby. Resultado, ando encantada com a facilidade com que fiz por exemplo estes Papos de Anjo! 

Deixo a receita base, no entanto eu quando fiz dupliquei as quantidades porque éramos um grupo grandinho, mesmo duplicando a receita resultou muito bem. Só vos digo que até os menos gulosos adoraram estas pequenas maravilhas!

 

Ingredientes para os Papos de Anjo:
2 ovos inteiros
10 gemas de ovo

Manteiga q.b. amolecida para pincelar as formas

Açucar q.b. para polvilhar as formas

Ingredientes para a calda:
300g de água
350g de açúcar
1 casca de limão (sem a parte branca)

1 casca de laranja (sem a parte branca)

1 pau de canela para colocar na taça de servir

 

Preparação:

Começar por pincelar 12 formas de queques com manteiga e de seguida polvilhá-las com açúcar. Reservar já no tabuleiro onde irão ao forno.

Pré-aquecer o forno a 180º.

Colocar a borboleta na lâmina e juntar os ovos inteiros e as gemas. Programar 8min., temp.37º, vel.4.
Quando este tempo terminar, programar mais 5min., vel.4 sem temperatura. Irá ficar uma massa bem leve e fofa.
Deitar a massa nas formas mas não as encher totalmente, digo isto porque enchi as minhas bem cheias e durante a cozedura algumas verteram.
Já com as forminhas no tabuleiro, juntar água ao tabuleiro (previamente aquecida mas sem estar a ferver), até cubrir aprox. metade da altura das forminhas  e colocar no forno em banho-maria a 180º por  cerca de 15 a 20 minutos. 
Retirar do forno, desenformar para um prato, deixar amornar e dar umas 3 ou 4 picadelas com um palito para que depois a calda se infiltre mais facilmente. Colocar os Papos de Anjo na taça onde irão ser servidos. 

Preparar a calda enquanto os Papos de Anjo estão no forno:
Colocar no copo já limpo o açúcar, a água e a cascas de limão e laranja e programar 10min., temp. varoma, vel 2.

Juntar o pau de canela e deixar arrefecer. Regar então os Papos de Anjo, de modo a que fiquem bem ensopados.

Dica: Servi-los frescos com a calda na taça, sabem melhor do que servidos à temperatura ambiente.

 

Bon Appétit! 

Autoria e outros dados (tags, etc)

14.11.18

Geleia de Marmelo na Bimby

geleia de marmelo 4.jpg

geleia de marmelo 2.jpg

É Outono, tempo de fazer marmelada, e foi isso mesmo que fiz durante 4 horas de uma tarde :) A marmelada por ser muita quantidade não fiz na Bimby, embora também fique ótima.

Ora sempre que se faz marmelada de seguida faz-se geleia de marmelos! É ou não é?! Claro que é!

A geleia fiz na nossa amiga, o que foi uma grande ajuda. Depois da canseira da marmelada já tinha poucas forças para andar de volta da geleia... e para quê, se na Bimby fica tão boa sem esforço nenhum.

Deixo-vos abaixo a receita.

 

Para começar temos de reservar as cascas e caroços dos marmelos e a água da cozedura destes.

Ingredientes:

500g Cascas e caroços dos marmelos

500g Água de cozer os marmelos

450g Açúcar branco

 

Fiz assim:

Coloquei no copo as cascas e caroços dos marmelos com a água da cozedura e programei 20min/100º/vel1.

De seguida coei esta mistura num passador de rede muito fina (no entanto deve usar-se um filtro de flanela, mas não tenho).  Depois coloquei no copo 450g deste liquido coado e juntei o açúcar por 50min/varoma/vel1. Nesta fase final tira-se o copo medidor e coloca-se o cesto em cima da tampa para o liquido não salpicar.

Assim que o tempo terminou coloquei esta magnifica geleia num frasco de vidro que esterilizei no micro-ondas.

 

Bon Appétit !

Autoria e outros dados (tags, etc)

10.11.18

Risotto de Cogumelos para Brilhar

risotto cogumelos 1.jpg

Este Risotto é dos melhores que já fiz e garanto-vos que se seguirem a receita terão um prato muito requintado e de sabor magnífico que vos deixará muito orgulhosas. Esta receita é feita em 3 fases, que explico abaixo, no entanto é muito fácil. Eu usei a Bimby mas pode também ser confecionada no fogão.

 

Ingredientes para 4 pax:

40g queijo parmesão para ralar, mais q.b. em lascas para guarnecer.

 

1ª fase: Salteado de Cogumelos

1 dente de alho

30g manteiga

100g de cogumelos marron

100g cogumelos shitake (podem usar outros)

100g de cogumelos juba de leão (podem usar outros)

1 pé de alecrim fresco

1 c. café sal

1 pitada pimenta preta acabada de moer

 

2ª fase: Puré de Cogumelos

2 dentes de alho

35g azeite

250g cogumelos frescos laminados (usei brancos)

1 pé de alecrim fresco

1 c.café sal

1 pitada pimenta preta acabada de moer

 

3ª fase: Risotto

1 chalota cortada em pedaços

60g manteiga

100g vinho branco

320g arroz de risotto

900g água morna

1 c.café sal

Folhas de Coentros e lascas de parmesão q.b. para guarnecer

 

Preparação na Bimby:

Coloque no copo o queijo e rale 10 seg/vel10. Retire e reserve.

 

1ª fase - Salteado de cogumelos:

Coloque no copo o alho e pique 3seg/vel8.

Adicione a manteiga, os cogumelos, o alecrim, o sal e a pimenta e saltei 7min/varoma/colher inversa/vel. colher de pau. Retire o pé de alecrim e reserve o salteado, mantendo-o quente.

 

2ª fase - Puré de Cogumelos:

Coloque no copo o alho e o azeite e pique 3seg/vel8.

Adicione os cogumelos, o alecrim, o sal e a pimenta e cozinhe 10min/varoma/vel1.

Retire o alecrim e triture 30seg/vel7, no final abra o copo e baixe o que tenha ficado na parede deste. Triture mais 10seg/vel7.

 

3ª fase - Risotto:

  1. No copo limpo coloque a chalota e pique 5 seg/vel 5. Baixe com a espátula o que ficou na parede do copo.
  2. Adicione apenas 40g de manteiga e refogue 3min/varoma/vel1.
  3. Adicione o vinho e deixe evaporar 1min/100º/vel1, sem o copo medida colocado.
  4. Junte agora o arroz, a água morna e o sal e envolva bem com a espátula, coza 18min/100º/colher inversa/vel1.
  5. A meio da cozedura, pare a velocidade e volte a envolver tudo muito bem com a espátula, de seguida volte a colocar o botão na vel1 e deixe cozinhar até ao fim do tempo.
  6. Adicione 20g de manteiga, o puré de cogumelos reservado e o queijo parmesão ralado e envolva bem com a espátula.
  7. Retire para a taça de servir e envolva a manteiga e o parmesão ralado.
  8. Guarneça com os cogumelos salteados, com o queijo em lascas e as folhas de coentros.
  9. Sirva de imediato.

 

Dica: Para ter um prato ainda mais elegante poderá decorar com flores comestíveis.

 

Esta é uma receita Bimby, ligeiramente adaptada e testada por mim.

Bon Appétit !

Autoria e outros dados (tags, etc)

22.10.18

Concurso SOMOS O QUE COMEMOS Sintra 2018 - Palácio de Queluz

 

Maria João Fresco Da Ericeira Com Amor 11.jpg

Maria João Fresco Da Ericeira Com Amor 1.jpg

Maria João Fresco Da Ericeira Com Amor 3.jpg

Maria João Fresco Da Ericeira Com Amor 9.jpg

E ontem foi um dia fantástico! Tive a honra de cozinhar para um Júri de Respeito que são os senhores da foto acima.

2018 é o Ano Europeu do Património Cultural, por Sintra houve um Programa vastissimo de actividades para celebrar esta Comemoração. De Junho a Outubro aconteceram desde Workshops a Tertúlias, a Visitas Temáticas e a uma Conferência Internacional com oradores de renome, na qual tambem estive presente.

Para encerrar em grande este evento foi lançado um concurso para descobrir o vencedor de "A Minha Receita de Sintra". Eu concorri e fiquei entre os três finalistas. O meu prato foi uma bela Açorda de Mexilhões do Litoral Sintrense com Pão da Aldeia de Janas. Venceu o concorrente que cozinhou uma Carninha às Mercês com Puré de Maçâ de Fontanelas (uma delicia estas maçãs, têm de as procurar e provar), eu e a outra participante ficámos em 2º lugar, não houve 3º o que considero de muito bom senso. Todos participámos pelo gosto à cozinha, ao Património Alimentar e Cultural e à Tradição. A minha receita foi escolhida por ser uma receita tradicional cá em casa na 6ª feira Santa, que para quem não sabe, pelos concelhos de Mafra e Sintra é tradição irmos à apanha do mexilhão pelas nossas lindas praias.

Julguei que estaria muito nervosa mas isso não aconteceu, cozinhei o meu prato tranquilamente e interagi muito com o público que mostrava grande interesse pelo que estávamos a cozinhar o que foi muito gratificante. Depois de servida ao júri a minha açorda foi servida a todos os presentes e tive muitos elogios. Sempre que se cozinha com ingredientes frescos de qualidade o resultado é o melhor. Pão, Mexilhão e Azeite bio de Trás-os-Montes, o meu adorado azeite Arvólea dão sem dúvida uma bela açorda!

No final usufruímos todos de um Grande Festim no Jardim do Palácio de Queluz, onde foram servidas muitas delicias de Sintra. Travesseiros, Queijadas, Fofos de Belas, Sidra de Maçã, Vinhos de Colares e outras iguarias onde a Maçã de Fontanelas foi Rainha.

 

Aproveito este meu espaço para dar os PARABÉNS à empresa responsável por esta iniciativa Parques de Sintra-Monte da Lua e à Spira-Revitalização Patrimonial pela excelente produção do evento.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Arquivo