Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


19.02.17

Carnaval de Torres_Faltam 5 dias_Eu Vou Eu Vou

16174666_1316050428441945_1058405037510578597_n.jp

Deixo aqui mais uma das músicas de Carnaval que ouço em repeat horas a fio !!

Para ouvir até ao fim e bem Alto!!

 

Samba Enredo 1997 - De Corpo e Alma Na Avenida

 

Eu vou, eu vou, amor

Eu vou nessa viagem
De corpo e alma com a Mocidade
Semeando amor, espanto a dor
Sou alegria, arrepiando esta cidade


Dos pés à cabeça
Marcando forte, vai meu coração
Porque o coração é o grande palco da paixão,
É onde aperta a saudade
E pulsa forte a emoção

 

Me beija na boca
Vem me abraçar
Tem cheiro de amor no ar
Ouvindo teu canto ecoar
Nos teus olhos vejo
Minha estrela brilhar

 

Máquina da vida
Mão abençoada foi quem criou
Nasce, cresce, envelhece
A mente comanda, o corpo obedece
És célula viva ! Corre na veia da gente


Luz que brilha no ventre
Raiz dos seus descendentes
Senhor que criou nesse mundo a matriz
Faz esse povo feliz

 

Saúde e harmonia
Prazer de viver
Vou virar pelo avesso
Teu avesso eu quero ver

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

15.02.17

Dia Internacional da Criança com Cancro_PIPOP

índice.png

 

Hoje, dia 15 de fevereiro é Dia Internacional da Criança com Cancro, é impossível ficar indiferente a esta data e deixá-la passar sem a ela fazer qualquer referência, por isso aqui fica o meu pequeno contributo no sentido de ajudar a divulgar um projecto da Fundação Rui Osório de Castro, que tem como "missão principal informar e esclarecer todas as pessoas, especialmente os Pais e as Crianças com cancro, sobre todas as questões relacionadas com a oncologia pediátrica que lhes possam ser úteis para melhor aceitar e viver com a doença."

 

Aqui fica o link para o Portal de Informação Português de Oncologia Pediátrica

 

A todas as Crianças, Pais e Familiares que neste momento enfrentam esta doença deixo a minha Solidariedade.

 

Liberdade

<< Grande é a poesia, a bondade e as danças...
Mas o melhor do mundo são as crianças, >>

excerto do poema de Fernando Pessoa

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

28.12.16

Do Meu Caderninho de Bolso

Resultado de imagem para salvador dali girl at the window

Salvador Dali, Girl at a window

 

 

Volta Entusiamo Para o Meu Peito Ávido

Hoje Não Ergo O Olhar

Hoje Não Vislumbro O Horizonte

Hoje Choro Baixinho

Que O Meu Ego Não Ouça

Ele Não Entende Sombras

Nutre-se Na Luz Da Ilusão

Onde A Chama Teima Em Iluminar

Hoje Não Ergo O Olhar

Hoje Não Vislumbro O Horizonte

Hoje Caí na Armadilha

Que Sempre Traz A Nostalgia

Espectros de Recordações

Que Tornam Esta Noite Fria

Mas Recuso Não Aceito

Poeiras Esquecidas No Fundo De Uma Gaveta

Que A Memória Abre Sem Ter O Direito

Volta Entusiasmo Para O Meu Peito Ávido

De Esquecer Poeira

Que Não Mais Será Castelo À Luz Do Dia

Volta Entusiamo

E Aquece Esta Noite Fria

 

Maria João

Autoria e outros dados (tags, etc)

13.10.16

Parabéns Bob Dylan, Nobel da Literatura 2016! Foi uma surpresa, mas gostei.

Like a Rolling Stone é uma letra de Bob Dylan, da década de 60, usada numa das composições considerada como das mais influentes do pós-guerra, na música popular.

Deixo aqui a letra e também aquela que considero a melhor cover do Dylan, interpretada por Jimi Hendrix.

 

Like a Rolling Stone

 

Once upon a time, you dressed so fine
Threw the bums a dime in your prime, didn't you?
People'd call, say: "beware, doll! You're bound to fall!"
You thought they were all kiddin' you
You used to laugh about
Everybody that was hangin' out
Now you don't talk so loud
Now you don't seem so proud
About having to be scrounging for your next meal

How does it feel?
How does it feel?
To be without a home?
Like a complete unknown?
Like a rolling stone?

You've went to the finest school, all right, miss lonely
But you know you only used to get juiced in it
Nobody has ever taught you how to live on the street
And now you're gonna have to get used to it
You said you'd never compromise
With the mystery tramp, but now you realize
He's not selling any alibis
As you stare into the vacuum of his eyes
And saying "do you want to make a deal?"

How does it feel?
How does it feel?
To be on your own?
With no direction home?
A complete unknown?
Like a rolling stone?

You never turned around to see the frowns on the jugglers and the clowns
When they all did tricks for you
You never understood that it ain't no good
You shouldn't let other people get your kicks for you
You used to ride on the chrome horse with your diplomat
Who carried on his shoulder a siamese cat
Ain't it hard when you discover that
He really wasn't where it's at
After he took from you everything he could steal

By Bob Dylan

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Arquivo